30 de set de 2009

FAEP e UESPI de Picos realizarão I Copa Integração de Futsal Universitário

Nesta quinta-feira, 01/10, a Federação Acadêmica de Esportes Piauiense-FAEP, irá realizar em parceria com o curso de Educação Física da UESPI – Picos, I Copa Integração de Futsal Universitário. Participam da competição as equipes da UFPI e Faculdade R. SÁ de Picos, CEUT e UFPI de Teresina. A competição tem o objetivo de promover o intercâmbio entre as equipes, alunos e professores da capital e do interior, além de dar seqüência ao calendário esportivo universitário no Piauí.

Além dos jogos que acontecerão no ginásio da AABB de Picos, também serão realizados dois cursos. Um de arbitragem, ministrado pelo professor Francisco Braz, diretor técnico da Faep e árbitro do quadro nacional da federação Piauiense de Futsal, e também um curso sobre primeiros socorros desportivos, organizado pelos alunos do curso de Educação Física da Uespi, que será ministrado pelo professor Douglas Domingos, especialista em Fisiologia.

A competição é esperada com muita expectativa pelo público universitário Picoense que espera ver uma disputa de alto nível entre as equipes da capital e do interior. Para os organizadores do evento, organizar competições fora da capital é um passo importante na busca por uma melhor estruturação do esporte universitário no Piauí.

Por Georgeano Oliveira

23 de set de 2009

CEUT recepcionou atletas do Vôlei de Praia

Por: Liana Campelo


Na última quinta-feira (17), o CEUT recebeu os atletas do vôlei de praia brasileiro Nalbert, Franco, Marcelo Negrão, Matheus e Talita para uma sessão de autógrafos e distribuição de camisas e brindes. Eles participaram da etapa estadual do Circuito Vôlei de Praia do Banco do Brasil.

Por mais de uma hora, os atletas bastante receptivos, distribuíram autógrafos e brindes aos alunos, servidores e dirigentes da faculdade. Para o diretor geral do CEUT, professor Honório José Nunes Bona, a presença deles é um estímulo à prática de esportes. “Quando o Banco do Brasil nos procurou para trazer os campeões de vôlei de praia até nossa IES, ficamos muito felizes e honrados. A presença deles aqui é um incentivo para quem pratica esporte no CEUT. Quando iniciamos a construção da faculdade neste local, uma das primeiras construções foi este ginásio. São mais de 12 anos que estamos com a prática de esportes dentro da instituição. Isso engrandece nosso objetivo e enaltece nosso trabalho”, declara.

Segundo o atleta Marcelo Negrão, é importante manter o contato com o público. “É bacana, é gratificante pra gente e pra marca do Banco do Brasil também”, relatou. Com 36 anos, já jogou pela seleção brasileira de vôlei de quadra e disse que pretende jogar até os 40 anos. “Na quadra é bem mais difícil, mas na praia, eu consigo chegar lá”, afirmou.

Matheus falou das diferenças entre o vôlei praticado em quadra e na areia. “É muito diferente do vôlei de quadra, é outro esporte. Os fundamentos são iguais, mas há muita diferença. Na quadra, o jogo não depende de você o tempo todo, às vezes você passa uma rodada inteira sem tocar na bola. Na areia é diferente se o saque é em você ou no seu parceiro, você tem que estar sempre tocando na bola, sempre participando do jogo”, informou.

O cearense Franco foi um dos precursores do esporte no Brasil. “Jogo há mais de 20 anos. Desde o início fiz parte dessa geração e estou até hoje contribuindo para essa modalidade de voleibol. Em especial na divulgação, fazendo com que o vôlei de praia continue sendo esse esporte vitorioso que é e trazendo as medalhas que sempre traz”, conta.

Uma das mais jovens, Talita, da dupla Talita e Maria Elisa, é uma das poucas atletas que não jogaram profissionalmente o vôlei de quadra. “São oito anos de vôlei, eu joguei pouco tempo na quadra e fui apresentada ao vôlei de praia, gostei, e comecei logo na praia desde o início. O jogo depende mais de mim, é isso que eu gosto. O tempo inteiro você tem que estar se desdobrando e foi por esse motivo que me apaixonei por esse esporte”, explicou.

Um dos nomes mais conhecidos do vôlei, na quadra e na praia, Nalbert foi uma presença simpática. “Estou esperando um bom torneio aqui em Teresina. Acredito que o calor vai determinar muitos resultados. Nossa dupla talvez seja a mais velha do circuito. Esperamos colocar nossa experiência por bons resultados”, fala. Sobre a presença do Banco do Brasil no circuito, ele foi enfático. “Se não fosse o Banco do Brasil, não existiria vôlei de praia”, disse.

Foi a primeira vez que o Piauí sediou uma etapa Open do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia, que recebeu as principais estrelas do vôlei de praia nacional na disputa da sétima etapa da temporada. O Circuito etapa Teresina terminou no domingo (20).

19 de set de 2009














Por: Pollyana Pádua


As delegações das 15 IES (Instituições de Ensino Superior) inscritas no Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol desembarcam neste domingo (20/09), em Vitória (ES).

O torneio, válido pelo calendário da Liga do Desporto Universitário, será realizado entre os dias 21 e 26/09, na capital capixaba, nos estádios Engenheiro Alencar Araripe, Estiva e Grêmio Esportivo Laranjeiras.

Na disputa masculina, entram em campo as seguintes equipes: UPIS (DF), atual campeã; UVV (ES), Feevale (RS), Unip (SP), FIC (CE), UESC (BA), CUBH (MG), UFRJ (RJ), UFMA (MA), UFSC (SC), UniSant´anna (SP), FTC (BA) e Mackenzie (SP). E pela chave feminina disputam o título nacional FSG (ES), Facevv (ES) e UniSant'anna (SP).

Para acompanhar notícias, resultados e fotos do Brasileiro Universitário de Futebol 2009, acesse o site da CBDU:www.cbdu.org.br

16 de set de 2009

CEUT recebe atletas do Vôlei de Praia Banco do Brasil


Por: Liana Campelo


A Faculdade CEUT recebe atletas do Circuito Vôlei de Praia do Banco do Brasil para uma noite de autógrafos e distribuição de camisas e brindes. O evento acontece na sexta-feira (18), às 18h30, no ginásio do CEUT.

Segundo o professor Honório Bona, diretor geral da faculdade, é uma honra para a IES receber esportistas consagrados no país. “O CEUT sente-se honrado por ter sido o local escolhido para noite de autógrafos dos atletas do Circuito Vôlei de Praia do Banco do Brasil. Agradecemos aos organizadores pela escolha e estamos na expectativa para que seja uma noite marcante no calendário esportivo da Faculdade”, relata.

A programação dos jogos da Etapa Teresina do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia 2009 inicia nesta quinta-feira (17), seguindo até o dia 20 de setembro, na arena montada no CFAP – Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar, localizado na Avenida Marechal Castelo Branco - Ilhotas. Durante os quatro dias do circuito as principais duplas femininas e masculinas do país disputarão os títulos da temporada. Para assistir aos jogos, basta a doação de um quilo de alimento não perecível, a ser doado a instituições da cidade, respeitando-se a capacidade da arquibancada.

É a primeira vez que o Piauí vai sediar uma etapa Open do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia, que receberá as principais estrelas do vôlei de praia nacional na disputa da sétima etapa da temporada. "Dessa vez trazemos uma etapa maior e que tem pontuação para o mundial. E pela parceria entre o Banco do Brasil e o CEUT, a sessão de autógrafos do Circuito BB Vôlei de Praia será realizada no ginásio da faculdade, onde os atletas receberão alunos, servidores e dirigentes da instituição de ensino. Dentre eles, duplas como Nalbert/Franco, Marcelo Negrão/Matheus e Talita/Maria Elisa podem ser selecionadas para visitar uma das maiores instituições de ensino do Piauí, formadora de líderes e que tem o respeito do Banco do Brasil", afirma o superintendente do BB, Vivi Reis.

A etapa anterior do Circuito aconteceu em Belém (PA) e teve como campeões os vice-campeões mundiais Alison e Harley (ES/DF), que garantiram o segundo título da dupla no Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia 2009. Os campeões mundiais Sub-21 de 2006 Pedro Solberg (RJ) e Bruno Schmidt (DF) completaram o pódio. Já as duplas femininas do Brasil, antes de virem para Teresina, representaram o país na 14ª etapa do ano, que aconteceu na cidade de Barcelona, na Espanha. Juliana/Larissa, Talita/Maria Elisa, Maria Clara/Carolina e Ana Paula/Shelda entraram em ação nas areias espanholas.

15 de set de 2009

Brasileiro de Futebol Universitário 2009 terá 17 IES

Por: Pollyanna Pádua

Dezessete Instituições de Ensino Superior (IES) estão confirmadas para as disputas do Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol 2009, válido pela Liga do Desporto Universitário, entre os dias 20 e 26/09, em Vitória (ES).

A competição, nos naipes masculino e feminino, irá agitar a capital capixaba com o melhor do futebol de campo universitário.Na chave masculina, inscreveram-se: UPIS (DF), atual campeã do torneio; UVV (ES); Feevale (RS); Unip (SP); FIC (CE); UESC (BA); CUBH (MG); UFRJ (RJ); UFMA (MA); UFSC (SC); Universo (GO); UniSant´anna (SP); FTC (BA); UFES (SE) e Mackenzie (SP).

Pela chave feminina do Brasileiro de Futebol Universitário 2009 jogam as equipes da UniSant´anna (SP), UCB (DF) e Facevv (ES).

Segundo o departamento técnico da CBDU, ainda restam duas vagas (uma no masculino e outra no feminino) para as IES que desejem disputar a edição 2009 do Brasileiro de Futebol Universitário. As equipes devem entrar em contato, por e-mail (g.eventos@cbdu.org.br), até segunda-feira (14/09).

O Congresso Técnico e sorteio dos grupos para a competição serão realizados no domingo (20/09), às 15h, no Hotel Aruan, na praia de Camburi, em Vitória (ES).

O Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol 2009 é um evento que faz parte da Liga do Desporto Universitário e tem patrocínio de Redecard e Nokia e apoio de Comtax, Bauducco e Wilson.

4 de set de 2009

Depois da primeira edição do Ciclo Olímpico em Fortaleza 2009, as Olimpíadas Universitárias voltam a Blumenau em 2010

www.olimpiadasuniversitarias.com.br



Blumenau será a sede das Olimpíadas Universitárias, em 2010. A cidade catarinense, que já recebeu o evento em 2007, sucederá Fortaleza que foi a anfitriã da bem sucedida edição de 2009. Inicialmente, a competição do próximo ano está agendada para o mês de novembro, ainda sem data definida. Antes de desembarcar no Sul do país, o Ceará realizou com louvor a maior edição Olimpíadas Universitárias, a primeira do segundo Ciclo Olímpico. Durante os dias 14 e 23 de agosto, Fortaleza recebeu a edição de 2009 do evento, que mobilizou mais de 4 mil pessoas, sendo 3.400 participantes (3.000 atletas), um recorde. A mais importante competição universitária do Brasil contou com a presença de atletas olímpicos e pan-americanos em suas oito modalidades: quatro coletivas (basquete, futsal, handebol e vôlei) e quatro individuais (atletismo, judô, natação e xadrez. A Federação Universitária Paulista de Esportes foi a primeira colocada em termos de aproveitamento, somando 347 pontos; em segundo lugar ficou a Federação Catarinense de Desporto Universitário (FCDU), com 288 pontos, e, em terceiro, a Federação de Esportes Universitários do Rio de Janeiro (FEURJ), com 257.


Mais uma vez, além da competição, os participantes puderam desfrutar de uma intensa programação cultural, com apresentações musicais, teatrais e humorísticas, durante as refeições. Além disso, também no refeitório, foram realizadas ações educativas: dois estandes montados especialmente para tinham a função de informar aos jovens sobre métodos de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e sobre os cuidados com o meio ambiente.

"Além da presença de grandes atletas, o evento tem o compromisso de propagar os ideais olímpicos e colaborar com a formação do cidadão através de cultura, entretenimento e lazer", afirma Edgar Hubner, diretor das Olimpíadas Universitárias Jubs 2009. Outro motivo de satisfação para os organizadores é a adesão total dos estados em 2009. "A cada ano, aumenta o número de participantes. A presença de todos os estados e do Distrito Federal (27 delegações) neste começo de Ciclo demonstra que as Olimpíadas Universitárias estão no caminho certo. Sempre evoluindo. O objetivo de contribuir para o progresso do esporte acadêmico vem sendo alcançado", comemora Hubner. "Depois de duas edições nordestinas, Maceió 2008 e Fortaleza 2009, as Olimpíadas Universitárias voltam ao Sul do Brasil em 2010 (Blumenau), comprovando que são um evento sem barreiras regionais", completa.


A presença de atletas e técnicos de alto nível colaborou para os grandes resultados alcançados na edição cearense, em 2009. Alguns dos nomes mais importantes presentes em Fortaleza foram: Matheus Inocêncio, Hudson de Souza e Mônica Freitas (atletismo), Fernando Souza (natação), Léo Bortolini e Aline Pará (handebol) e o técnico Paulo César Oliveira (futsal), entre outros.

Atletismo - A pernambucana Tânia Ferreira (Faculdade Maurício de Nassau/PE) conquistou medalhas de ouro nos 100m, no salto triplo e no revezamento 4x100m. O atleta da Universidade Potiguar, Diego Cavalcanti, venceu nos 100m e 200m, em Fortaleza, e saiu do Ceará como o homem mais rápido da competição. Hudson de Souza (1.500m), Matheus Inocêncio (110m com barreiras), Lucélia Peres (5.000m) e Mônica Freitas (salto em altura) confirmaram a condição de favoritos.


Basquete - O Rio de Janeiro (UCB) sagrou-se campeão nas categorias masculino e feminino, na Divisão Especial. No masculino, venceu o time da UNIP (SP) por 78 a 60. No feminino, a vitória foi sobre a equipe da Uniaselvi (SC), por 56 a 39. Destaque para os jogadores Marcellus e Wagner, ambos campeões brasileiros pelo Flamengo, e para Clarissa Cristina, que disputará a Liga européia por uma equipe de Portugal. A técnica Rafaela Bauer Feldt, que dirigiu, interinamente, as duas equipes merece menção honrosa. Em 2010, FMN (PE), no masculino, e Maurício de Nassau (RN), no feminino, jogarão a Divisão Especial, por terem sido campeões da Primeira Divisão. Os vice-campeões LUMEN (PB), no masculino, e, FCHELR (RO), feminino também conquistaram vaga na elite do torneio de basquete, em 2010.


Futsal - São Paulo dominou a disputa no masculino e no feminino superando duas equipes catarinenses. A equipe da Uni Sant'anna venceu por 2 a 1 a da Unochapecó (SC), no feminino; e no masculino, a UNIP, do técnico PC Oliveira superou a Uniaselvi (SC) por 3 a 0. UNIFOR (CE) e UCB (RJ), feminino e masculino, respectivamente, venceram a Primeira Divisão e subiram para a Divisão Especial, em 2010; assim como os medalhistas de prata, UNIFOR (CE), no masculino, e UCB (DF), no feminino.


Handebol - A FURB (SC) foi a grande campeão no torneio feminino ao derrotar a AESO (PE) por 27 a 21. O destaque da equipe foi Aline Pará, da Seleção Brasileira. Outro atleta de Seleção, Léo Bortolini foi o grande nome da UNOPAR (PR) no torneio feminino. Na final, os paranaenses superaram a forte UNIP (SP), de Guilherme Rosa por 30 a 25, em um dos jogos mais aguardados da competição. Na Primeira Divisão, a campeã LUMEN (PB) e a CESMAC (AL), no masculino; e a primeira colocada UNIP (SP) e a FAMA-SLZ (MA), no feminino, subiram para a Divisão Especial.

Judô - Depois do vice-campeonato em 2008, Benito Mussolini conquistou, enfim, o título na categoria -66kg, nas Olimpíadas Universitárias. Representante da FTC (BA), o lutador piauiense venceu Charles Chibana da UNIP (SP) e ficou com o ouro. Já o paranaense Rafael da Silva (UNIP) sagrou-se bicampeão ao derrotar Guilherme de Souza (CUCL / RJ), na categoria (+100kg).


Natação - Entre as medalhas conquistadas pelo atleta olímpico Fernando Souza (UNIP / SP) está a da prova dos 50m livre. Fernando dividiu o status de nadador mais veloz da competição com Guilherme Roth (UNISUL / SC), ouro nos 100m e 200m livre. Felipe Lima (UNIC / MT) conquistou a primeira colocação nos 50m peito. Carolina Mussi (UNIP /SP), nos 50m e 200m peito e Etiene Medeiros (Faculdade Maurício de Nassau / PE), 50m borboleta e Flávia Borges, campeã nos 100m e 200m livre foram outros nadadores com resultados relevantes.

Vôlei - A FMN (PE) derrotou a FURB (SC), no feminino, por 3 a 1 (18/25, 25/16, 25/15 e 25/12) e sagrou-se campeã da Divisão Especial. No masculino, pelo mesmo placar, 3 a 1 (20/25, 26/24, 25/22, 25/22), a UPIS (DF) venceu a UNIP (SP) e ficou com o título da Divisão Especial. ULBRA (RS) e ESMAC (PA), campeã e vice no feminino; e, FVB (PE) e UNIFOR (CE), primeiro e segundo lugares, no masculino, garantiram vaga na Divisão Especial em 2010.


Xadrez - Os enxadristas Krikor Mekhitarian (Mackenzie / SP) e Janine Martinez (UNIP / SP) conquistaram as medalhas de ouro, masculina e feminina, respectivamente, e tiveram as atuações mais destacadas no torneio da modalidade nas Olimpíadas Universitárias Jubs 2009.

As Olimpíadas Universitárias 2009 são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), co-realizadas pelo Ministério do Esporte e pelas Organizações Globo, com a direção técnica da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e o apoio do Governo do Estado do Ceará e da Federação Universitária do Ceará (FUCE).

CBDU na contagem regressiva para Rio 2016

Por: Pollyanna Pádua


Há um mês da escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 pelo COI, dia 02/10, CBDU, federações, atletas e estudantes universitários de todo país estão na torcida pela candidatura Rio 2016.Há um mês da escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 pelo COI, dia 02/10, CBDU, federações, atletas e estudantes universitários de todo país estão na torcida pela candidatura Rio 2016.

O Brasil iniciou, na última quarta-feira (02/09), contagem regressiva para o anúncio da cidade sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Entre as candidatas está o Rio de Janeiro. E a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), em nome de toda a comunidade universitária do país, está na torcida e acredita no projeto Rio 2016.

"Sabemos da importância que é para o Brasil, para a juventude brasileira, receber uma edição dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. Temos total certeza da competência e da capacidade do Rio de Janeiro, de todas as entidades esportivas nacionais, em especial do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e das autoridades brasileiras, em organizar uma Olimpíada. A CBDU apoia a candidatura Rio 2016 e o esporte brasileiro", destaca Luciano Cabral, presidente da CBDU.

A escolha oficial da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 será realizada no dia 02 de outubro, em Copenhangue, na Dinamarca, por meio de votação dos 115 membros do COI. Além do Rio de Janeiro, Chicago (EUA), Tóquio (Japão) e Madri (Espanha) estão na disputa pelas Olimpíadas.
O sonho e o projeto da candidatura Rio 2016 nasceram há exatos três anos, durante Assembléia do COB, em 1º de setembro de 2006, na qual definiu-se o Rio de Janeiro como cidade brasileira postualmente à candidatura dos Jogos Olímpicos de 2016. Um ano depois, no dia 07 de setembro de 2007, o COB oficializou junto ao COI a 'cidade maravilhosa' como candidata à sede das Olimpíadas.

Em junho de 2008, na Grécia, o COI escolheu o Rio como uma das cidades finalistas candidatas aos Jogos de 2016 ao lado de Chicago, Tóquio e Madri. Ficaram fora da disputa Praga (República Tcheca), Baku (Azerbaijão) e Doha (Quatar). E, em maio deste ano, 13 membros da Comissão de Avaliação do COI estiveram no Rio de Janeiro para visitas técnicas às instalações esportivas da capital carioca e encontros com o Comitê Rio 2016.

Nos próximos 30 dias a CBDU convoca todas as federações, atletas e estudantes universitários a entrar na torcida e na contagem regressiva para o anúncio da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016. "Vamos todos vestir a camisa da campanha Rio 2016 e mostrar a força do jovem brasileiro", completa Luciano Cabral.

IV COPA CEUT DE CAPOEIRA










Horário: 1 setembro 2009 às 18:00 a 7 setembro 2009
às 22:00h. Local: FACULDADE CEUT
Organizado por: MESTRE TOURO

Palestras, aulas práticas, rodas de capoeira e grande encerramento Dia 07 de setembro de 2009 (segunda-feira)15h – XIV Batizado de capoeira do mestre touro Local: Auditório mestre Dezinho (Centro de Artezanato de THE-PI).

2011: Novos desafios, novas vitórias para o esporte universitário do Piauí