30 de jun de 2008

DELEGAÇÃO PIAUIENSE RETORNA DAS OLIMPÍADAS UNIVERSITÁRIAS 2008 COM SEIS MEDALHAS


JÂNIO SILVA


A delegação Piauiense que participou das Olimpíadas Universitárias 2008 na cidade de Maceió durante os dias 20 a 28 de junho, conquistou um total de seis medalhas. Os atletas disputaram nas modadlidades FUTSAL, HANDEBOL, BASQUETE, JUDÔ, ATLETISMO, NATAÇÃO E XADREZ onde todos tiveram um bom desempenho frente ao alto nível técnico da competição. Nossas medalhas foram conquistadas no Judô pelos atletas Fabieldo Mota(UFPI), prata na categoria até 90Kg, Aline Coutinho(CEUT), prata na categoria até 52Kg, Samuel azevedo(CEFET), bronze na categoria até 60Kg e no atletismo onde tivemos nosso melhor desempenho com a atleta Fernanda Araújo(FACE), ouro nos 100m rasos e salto em distância, e branze nos 200m rasos. Após a participação na competição nacional nossos atletas já se preparam para o segundo semestre onde mais competiçoes universitárias devem acontecer. A Federação Acadêmica de Esportes piauiense-FAEP irá realizar nos próximos meses competições que devem contar com a presença de alguns atletas e dirigentes de outros estados.

BRASILEIRO É ELEITO PRESIDENTE DO COSUD


CBDU

O Diretor Administrativo da CBDU Sr. Alim Maluf foi eleito no ultimo dia 15 Presidente da Confederação Sul-Americana Universitária de Desportes - COSUD, Alim é Maranhense, Professor de Educação Física e Advogado, foi atleta universitário de Futsal e dirigente da FAME, com a eleição o Brasil passa a ocupar cargos nas três entidades que dirigem o desporto universitário mundial: Luciano Cabral presidente da CBDU é Vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Universitário - FISU, Roberto Maldonado, Diretor Financeiro da CBDU é membro do Comitê Executivo da Confederação Pan-americana do Desporto Universitário – ODUPA e agora Alim Maluf, Diretor administrativo da CBDU é presidente da Confederação Sul-americana. "Quando assumimos a CBDU o Brasil não tinha nenhuma representação nas entidades internacionais, sequer tinha um diretor na Sul-americana, hoje conseguimos resgatar o prestigio de nosso País e reposicionar a CBDU como uma das forças do desporto universitário mundial e líder das Américas, a eleição do Alim vem concretizar nossa liderança e reafirmar a credibilidade que conquistamos no cenário internacional" Avalia Luciano Cabral; para Roberto Maldonado " A eleição do Alim foi fruto de muito trabalho, serviu para coroar nossas ações no cenário internacional, nossas responsabilidades passaram a ser maiores porque agora temos obrigações com a Sul-america, Pan-america e Mundial, mas com certeza essa "tríplice conquista" vai encher de orgulho nosso País". O novo presidente já assume com a responsabilidade de retomar as ações do desporto universitário no continente Sul-americano "Vamos retomar as competições na Sul-america ainda esse ano, pretendemos ainda criar eventos acadêmicos, reformular a sistemática de trabalho do COSUD e ampliar o numero de filiados, hoje temos 08 países, pretendemos chegar a 10 ainda em 2008" concluiu Alim Maluf.

5 de jun de 2008

PIAUÍ CONQUISTA DOIS BRONZES NO BRASILEIRO JÚNIOR DE JUDÔ

Fábio Lima




No último dia (31/05), o Judô do Piauí conquistou duas medalhas de bronze na disputa do Campeonato Brasileiro Júnior, em Manaus/AM. Hayssa Ewellin dos Santos (até 78kg) e Werton Bastos Júnior (até 73kg) ficaram com o terceiro lugar em suas categorias e foram os únicos piauienses a subirem no pódio da competição no norte do país.

A competição foi a última chance dos piauienses conquistarem vaga no Mundial Júnior 2008. Com o resultado Sarah Menezes (até 48kg), titular do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, será nossa única representante no Mundial.


fabiolima@cidadeverde.com

3 de jun de 2008

ARTIGO: A GREVE É MAIS QUE UM DIREITO...






Alborino Teixeira
Teólogo e Profesor
da Rede Estadual de Ensino


A greve não é apenas um direito dos trabalhadores. É também um conflito social, constituído por diferentes idéias que precisam ser ouvidas, dialogadas e respeitadas pelos governos e pelas demais autoridades que ocupam o poder. É bom deixar claro que as relações entre governo e trabalhadores devem se dá num clima de autonomia e respeito por parte da direção do Sindicato, e não aceitar qualquer tipo de autoritarismo e abuso de poder, como vem procedendo, o governo do Estado por ocasião das negociações, através da inabilidosa, desorganizada e burocrática Secretaria da Educação. A greve do ponto de vista político-ideológico e ético, constitui-se ao longo da história de luta dos trabalhadores, como um dos mais importantes e necessários instrumentos de luta da classe trabalhadora, no combate a negação de direitos, ao autoritarismo e ao massacre geral às classes sociais sofridas. Basta olhar o mundo de 1886, para cá, quando Chicago abalou o mundo inteiro com uma greve, cujo objetivo era a redução da jornada de 16 para 8hs de trabalho para os jovens trabalhadores norte-americanos.
Ao contrário daqueles que hoje, não aceitam mais a greve, dando demonstração clara de que estão com os bolsos cheios de dinheiro, mudaram de postura política e classificam o movimento grevista dos trabalhadores em Educação de desnecessário e inoportuno, por estarem alojados nos palácios dos governos ao lado dos que, ao longo dos mais de 500 anos de América, sugaram e roubaram os povos latinos.
Recuar o diálogo em torno das idéias e das necessidades fundamentais dos trabalhadores, além de ser um equívoco, é uma insinuação irresponsável ao confronto entre trabalhadores e governo. Trabalhadores que há muito tempo clamam por salários justos, condições concretas e dignas de trabalho para que possam trabalhar e produzir educação de qualidade.
Ninguém acaba a greve, é só força de expressão, e muito menos com medidas de natureza legal. Em qualquer movimento grevista, um pedido de legalidade não é novidade, pois ele é um recurso repressor do sistema capitalista para impedir as lutas da classe trabalhadora, amparar os patrões para que eles continuem tendo autos lucros e garantir maior concentração de renda, riqueza e poder. De modo que os trabalhadores em Educação do Estado do Piauí, precisam entender, hoje e sempre, o seguinte: A nossa esperança, e a nossa força, está em nossa fé em Deus, e em cada companheiro trabalhador em Educação, organização, conhecimento da realidade da educação brasileira, na formação política da nossa categoria, união e fraternidade entre nós. Sem esses recursos não seremos capazes de enfrentar o poder e suas conseqüências. As greves continuarão, neste ou em outros momentos. Os trabalhadores em Educação do Piauí, exigem do governo salários justos, condições dignas de trabalho e respeito por parte do governo para que possam viver como gente.

2 de jun de 2008

DEFINIDA DELEGAÇÃO QUE REPRESENTARÁ O PIAUÍ NAS OLIMPÍADAS UNIVERSITÁRIAS 2008



Jânio Silva






Um total de 79 pessoas entre atletas e dirigentes, irá representar o Piauí na etapa estadual das Olimpíadas universitárias 2008, que acontecerá na cidade de maceió-AL no perído de 19 a 29 de junho. Nossos atletas disputarão em seis modalidades ( Futsal, Handebol, Judô, Natação, Atletismo e Xadrez). Há uma grande expectativa entre os atletas e seus treinadores para a competição, todos estão treinando forte e esperam representar bem suas instituições que estão dando o apoio necessário. A ida dos atletas será divida em duas partes, primeiro irão as modalidades coletivas no 19/06 e as individuais no dia 24/06, a competição termina no dia 29/06 com a festa de premiação as equipes e atletas vencedores.

2011: Novos desafios, novas vitórias para o esporte universitário do Piauí