23 de mar de 2009


Ascom - Ministério do Esporte

Foto: Aldo Dias


O ministro do Esporte, Orlando Silva, apresentou na última sexta-feira (20), em uma coletiva de imprensa, o balanço dos resultados da Lei de Incentivo ao Esporte nos anos de 2007 e 2008. Nesse período foram captados 127 milhões de reais e 1,5 milhão de pessoas foram beneficiadas. Os resultados foram considerados positivos pelo ministro que, no entanto, ressaltou haver ainda uma grande concentração de projetos e recursos na Região Sudeste e no esporte de alto rendimento.


Orlando Silva disse que agora o desafio do Ministério do Esporte é, além de nacionalizar a utilização do benefício fiscal, apoiar o esporte recreativo e de lazer, programas de inclusão social e o esporte educacional.


Para pulverizar o mecanismo da Lei de Incentivo em todos os estados do Brasil, o Ministério do Esporte organizará em 2009 eventos em todas as regiões do Brasil. “A partir da segunda quinzena de abril nós faremos seminários regionais em todos os estados para estimular a preparação dos gestores, atletas e clubes para que eles apresentem projetos. O mesmo faremos com os empresários”, disse.


Sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2006, a Lei de Incentivo ao Esporte permite que patrocínios e doações para a realização de projetos desportivos e paradesportivos sejam descontados do Imposto de Renda devido por pessoas físicas e jurídicas. Pessoas físicas podem descontar até 6% do Imposto de Renda devido, e pessoas jurídicas, até 1%.


O ministro destacou a importância do benefício. “É dinheiro novo que não estava à disposição do esporte e passou a servir para o desenvolvimento esportivo do Brasil. Eu creio o balanço é positivo”, disse.


Segundo Silva, é importante qualificar os gestores de entidades desportivas para explorar as potencialidades da Lei de Incentivo de Esporte. Se os projetos forem bem elaborados, têm mais chances de serem aprovados e de captarem recursos das empresas interessadas em investir no esporte.


No ano passado, 18 estados tiveram projetos aprovados pelo Ministério do Esporte. Desse total, 10 captaram recursos, sendo mais de 90% distribuídos pela Região Sudeste. A concentração de programas e de recursos nessa Região pode ser creditada, segundo o ministro, a significativa presença das maiores empresas do país nessas áreas. Por outro lado, a sede de muitas entidades esportivas que apresentam projetos também está localizada nesses estados.


O ministro falou também da importância da sensibilização das empresas para que invistam em projetos esportivos. “É preciso que as empresas vivam a experiência de financiar um projeto esportivo. É muito bom para elas associarem suas marcas e seus produtos aos valores positivos do esporte. Além disso, 100% do investimento num programa esportivo com base na lei de incentivo pode ser descontado do imposto que paga para o governo”, disse o ministro.


De acordo com o balanço apresentado, as entidades financeiras, bancos, empresas ligadas à energia e Siderurgia e comércio foram as empresas que mais doaram recursos para projetos esportivos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Mas o ministro também chamou atenção para a importância de atrair a participação de médias e pequenas empresas.

Fábio Lima



Em entrevista neste domingo (22) ao Cidadeverde.com, uma das primeiras piauienses a conquistar um título brasileiro no esporte anunciou que irá se aposentar. No time das maiores vencedoras do Judô do Piauí, Aline Coutinho (até 52kg) resolveu encerrar sua luta contra as contusões e quer se despedir no próximo domingo, dia 29, na disputa do Campeonato Brasileiro Regional II, no Iate Clube de Teresina. Sua situação física é que coloca essa despedida em dúvida.

"Não posso viver a base de remédios. Este tipo de lesão não regride. Cada crise é mais próxima e com pouco tempo de treino", disse Aline, que voltou a treinar para o Regional e sentiu as dores provocadas por uma protusão discal – que comprime nervos da coluna - já no quarto dia de atividades. "Na terça-feira, vou fazer uma ressonância de novo para saber exatamente como estou", completou a judoca, que confirma a aposentadoria, ainda que relute em dizer com todas as letras: Eu vou parar.

"Às vezes, o mundo dá voltas e nos surpreende. Pode acontecer desta realidade mudar um dia, mas duvido. Pela lógica e pela razão, eu paro, porque não tenho condições de continuar. A dor é muito intensa, me impede de fazer absolutamente tudo", lamentou a judoca, que insiste em encerrar a carreira lutando, mesmo que os médicos já tenham lhe vetado isso. "Minha maior festa será pelo menos entrar no dojô e me despedir da forma que comecei". A resposta só sai durante a semana. Ela ainda irá conversar com seu técnico.

Aline Coutinho é de Piripiri e tem 26 anos. Começou no Judô já adulta, e despontou como revelação nacional da modalidade. Em 2002, levou bronze no Brasileiro Sênior e começou a acumular feitos. Dois anos depois veio a prata, e em 2005 o primeiro título nacional. Ao lado de Sarah Menezes (até 48kg), foi uma das primeiras a ser convocada para a Seleção Brasileira principal, e também campeã brasileira. No ano seguinte, voltou a entrar para a história do esporte piauiense como a única tricampeã brasileira universitária, tendo vaga assegurada para o Mundial de Judô Universitário, no Japão. Deixou de competir para tentar vaga no Pan 2007, do Rio de Janeiro, e foi impedida por outra contusão.

"Não me vejo como alguém que deixou uma marca, uma "heroína", me vejo como alguém que foi muito apaixonada pelo que fez. Títulos? Orgulho-me de cada um, mas poderia ter ido além, se não fossem as intermináveis lesões. Mas acredito que nada é por acaso. Não me senti frustrada em nenhuma ocasião porque não deixei de tentar", completou Aline Coutinho.

12 de mar de 2009

CEUT DISPUTA TAÇA CIDADE DE JOSÉ DE FREITAS DE FUTSAL



ASSESSORIA FAEP





Em sua preparação para Etapa Estadual das Olimpíadas Universitárias 2009, o time de futsal da faculdade Ceut, atual campeão da modalidade na competição, está disputando a tradicional competição de futsal da cidade de José de Freitas.


Logo em sua primeira partida, venceu o time local do atlético pelo placar de 5 a 3. Com treinos realizados três vezes por semana, a equipe tem se dedicado pra adquirir a melhor forma e tentar garantir o posto de até aqui, melhor equipe universitária de futsal do estado.


Para o coordenador de esportes da faculdade, Francisco Braz, "novas equipes estão se formando e outras se reforçando para a competição. Por isso, é necessário começar cedo a preparação. Quanto mais se trabalha, mais se consegue obter resultados e evitar surpresas, sempre buscamos melhorar nosso trabalho com muita dedicação".


No próximo domingo dia 15/02, o time enfrenta a equipe de lagoa alegre em José de freitas. Caso vença a partida garantirá a classificação antecipada para a segunda fase da competição. A partida está sendo esperada com expectativa na cidade e deve ter um bom público presente.

INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ INICIA TREINOS


Jânio Silva



Sob o comando dos professores Hélio Maia Queiroz e Sévulo Fernades, o Instituto federal do Piauí, antigo Cefet, deu inicio no último dia 27/02 a sua programação de treinos para Etapa Estadual das Olimpíadas Universitárias 2009.


A instituição deve participar da competição nas modalidades de Futsal masculino, natação, Atletismo, Judô e Natação. Com um trabalho sempre voltado para as atualidades e novidades do esporte nacional, o instituto é tido como um dos favoritos a conquista das vagas de classificação para fase nacional da competição que acontece de 14 a 23 de agosto na cidade de Fortaleza.


A equipe de futsal será uma das principais atrações da competição uma vez que conta com um grupo atletas que apesar de jovens já tem uma bagagem e experiência em competições estaduais e nacionais. Os atletas Heiber e fernando vieram da Universidade estadual do Piauí, Aderson e Igor Mororó da universidade federal para reforçar a equipe e carregar a responsabilidade de fazer bonito na competição.


Para o treinador Hélio Queiroz, "sua equipe busca eficiência e qualidade na dedicação aos treinos e no trabalho desenvolvido. Por isso acredita numa boa participação, onde espera que o entrosamento seja a arma forte, uma vez que a maioria dos atletas do grupo joga junto há bastante tempo".

2 de mar de 2009

FAEP DEFINE INSCRIÇÕES DA ETAPA ESTADUAL DA OLIMPÍADAS UNIVERSITÁRIAS 2009






Assessoria FAEP



Conforme decisão tomada em Assembléia geral no último dia 18 de fevereiro, a FAEP enviou hoje 02/03 para todas as instituições de ensino superior filiadas, as fichas de inscrição e informações gerais sobre a ETAPA ESTADUAL DAS OLIMPÍADAS UNIVERSITÁRIAS 2009.

As instituições terão um prazo de quarenta e oito dias para se organizarem nas modalidades que forem participar. A data de entrega da documentação está marcada para o dia 18 de abril no prédio da Faculdade CEUT. A direção da federação acredita que o prazo longo possibilita as instituições se programarem melhor para o evento.

Para o ano de 2009, as cidades de Picos, Floriano, Piripiri e Parnaíba devem participar da competição. A expectativa é de que mais de 400 atletas participem da etapa estadual nas oito modalidades disputadas. Futsal, Voleibol, handebol, Basquete, Natação, Judô, Atletismo, Xadrez.

Segundo o presidente da FAEP, Jânio Silva, ´´ É preciso realizar uma etapa estadual forte e com visibilidade, Para isso estamos buscando parcerias e buscando sempre ouvir as instituições filiadas a fim de obtermos o melhor para todos”.

2011: Novos desafios, novas vitórias para o esporte universitário do Piauí